Lesões esportivas: diagnóstico precoce e tratamento adequado garantem retorno mais rápido aos treinos – BOLA ROLANDO

A lista dos benefícios que a prática de esportes traz para saúde é grande. Aumento do condicionamento físico; redução do colesterol, hipertensão e glicose; estímulo das atividades cognitivas; e diminuição do estresse são alguns deles. Embora os exercícios físicos estejam relacionados à vida saudável, exagerar ou se exercitar de forma incorreta pode gerar lesões.

 

Segundo o médico radiologista especialista em musculoesqueleto da Fundação Instituto de Pesquisa e Estudo de Diagnóstico por Imagem (FIDI), Dr. Marcos Cohen, praticar atividades físicas requer orientação de um profissional de educação física e respeitar os limites do corpo. “Qualquer pessoa está suscetível uma lesão ao praticar uma atividade física, como corrida, musculação, futebol e outros esportes. As causas dessas lesões geralmente estão associadas a movimentos equivocados, quedas e pancadas durante a prática esportiva. É fundamental consultar um especialista médico quando perceber algum sinal diferente no corpo, como dor”, explica.

 

Para diagnosticar essas lesões, os exames de imagem são ferramentas-chave para identificar a gravidade, e ajudar na definição do melhor tratamento. Exames como a ressonância magnética e a ultrassonografia são os mais comuns, por determinarem, com grande precisão, a graduação e a extensão das contusões sofridas pelos pacientes.

 

“É a partir desse ponto que especialistas podem e solicitar novos exames ao longo do tempo. Com os exames é possível acompanhar a evolução do quadro e revisar o tratamento definido anteriormente caso o quadro clínico do paciente não esteja evoluindo conforme o esperado”, complementa o médico.

 

Antes de iniciar uma atividade física, é importante procurar orientação de um especialista e fazer todos os exames para avaliar as condições do corpo.

 

Sobre a FIDI

Fundada em 1985 por médicos professores integrantes do Departamento de Diagnóstico por Imagem da Escola Paulista de Medicina — atual Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) –, a FIDI é uma Fundação privada sem fins lucrativos que reinveste 100% de seus recursos em assistência médica à população brasileira, por meio do desenvolvimento de soluções de diagnóstico por imagem, realização de atividades de ensino, pesquisa e extensão médico-científica, ações sociais e filantrópicas. Com 2.065 colaboradores e um corpo técnico formado por mais de 400 médicos, a FIDI está presente em 77 unidades de saúde nos estados de São Paulo e Goiás, e é a maior prestadora de serviços de diagnóstico por imagem do SUS, realizando aproximadamente 5 milhões de exames por ano, entre ressonância magnética, tomografia computadorizada, ultrassonografia, mamografia, raios-X e densitometria óssea.

A Fundação também trabalha na proposição de soluções inovadoras para a saúde pública, como o sistema de análise de imagens de tomografia computadorizada por inteligência artificial, e participou da primeira Parceria Público-Privada de diagnóstico por imagem na Bahia. Por duas vezes, a FIDI recebeu o prêmio Referências da Saúde 2019 e 2020, na categoria Qualidade Assistencial, e por três vezes foi medalhista em desafios internacionais de aplicação de inteligência artificial no diagnóstico por imagem, propostos na conferência anual da Sociedade Norte-Americana de Radiologia, considerado o maior congresso do setor no mundo. Ao final de 2020, a Central de Laudos da FIDI obteve a certificação ISO 9001:2015 de Gestão da Qualidade, pela International Organization for Standardization e, em 2021, recebeu o selo de “Excelente Empresa Para se Trabalhar” (GPTW).

por Assessoria de imprensa Máquina CW

Compartilhe isso:

TV MRNews Não perca também:

Fonte: mrnews.com.br/index.php/2022/08/04/lesoes-esportivas-diagnostico-precoce-e-tratamento-adequado-garantem-retorno-mais-rapido-aos-treinos

CategoriaFUTEBOL AO VIVO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *