Que tal ouvir Elvis Presley depois de ver Elvis, o filme? O colunista sugere 10 álbuns – ZERO83


Compartilhe

O filme Elvis, que entra nesta quinta-feira (21) em sua segunda semana de exibição nos cinemas brasileiros, motiva a gente a reouvir Elvis Presley. E também pode motivar pessoas que ainda não se debruçaram sobre a música dele. Pensando nisso, fiz uma lista de 10 discos lançados entre 1956 e 1973. É uma escolha pessoal. Os cinco primeiros, são de estúdio. Os cinco últimos, ao vivo. São facilmente encontrados nos serviços de streaming.

ELVIS PRESLEY

De 1956. Primeiro álbum, marca a estreia na RCA. Tem Blue Suede Shoes e Tutti Frutti. Alguns fonogramas são das primeiras gravações de Elvis no pequeno estúdio da Sun Records, em Memphis. Entre os músicos, o grande trio formado por Scotty Moore (guitarra), Bill Black (contrabaixo) e D.J. Fontana (bateria). Disco antológico, capa antológica.

ELVIS

1956. Segundo disco de Elvis. Com ele, novamente o trio Scotty Moore, Bill Black e D.J. Fontana, além do quarteto vocal The Jordanaires. Tem Rip It Up, Love Me e Long Tall Sally.

LOVING YOU

1957. Trilha-sonora do filme Loving You, estrelado por Elvis. O trio formado por Moore, Black e Fontana é chamado de The Blue Moon Boys. Os vocais são do quarteto The Jordanaires. Tem Teddy Bear, Loving You, Blueberry Hill e I Need You So.

ELVIS IS BACK

1960. Marca a volta de Elvis depois do tempo que passou servindo o Exército, na Alemanha. É seu primeiro disco gravado em stereo. Assim como The Jordanaires, o guitarrista Scotty Moore e o baterista D.J. Fontana permanecem com Elvis, mas o contrabaixista Bill Black foi substituído. Tem Fever, Like a Baby e Reconsider Baby.

FROM ELVIS IN MEMPHIS

1969. Um dos álbuns mais importantes de Elvis. Talvez o mais importante desde o disco de estreia na RCA. As gravações foram feitas em Memphis, onde o artista morava. Tem muito country e muito soul. Uma grande banda foi utilizada no estúdio. Tem Only The Strong Survive, Gentle On My Mind e In The Ghetto.

ELVIS NBC TV SPECIAL

1968. Álbum com músicas do especial de Elvis na NBC. O programa foi elogiadíssimo. O empresário Tom Parker queria um repertório natalino, mas o artista subverteu tudo com números de puro rock and roll. No set acústico, Elvis reencontra Scotty Moore e D.J. Fontana e “inventa” o formato Unplugged. O final, com If I Can Dream, emociona até hoje.

Veja também  Bolsonaro comete crimes de responsabilidade, mente e nada acontece. Quando o Brasil da democracia vai calar Bolsonaro?

ELVIS IN PERSON

1969. Gravado ao vivo no International Hotel, em Las Vegas, onde Elvis faria várias temporadas nos anos seguintes. Inaugura o formato de show que o artista usaria até o final da vida. Tem velhos sucessos, como Blue Suede Shoes, e novas canções, como Suspicious Minds.

ELVIS ON STAGE

1970. Mais um disco gravado durante as apresentações no International Hotel, em Vegas. Tem Sweet Caroline, Polk Salad Annie e Proud Mary.

ELVIS AS RECORDED AT MADISON SQUARE GARDEN

1972. Para muitos ouvintes, o melhor disco ao vivo de Elvis. Gravado numa apresentação no Madison Square Garden, em Nova York. Contém a íntegra do show. A abertura instrumental é com Also Sprach Zarathustra, clássico de Richard Strauss que fora usado na trilha do filme 2001: Uma Odisseia no Espaço. O repertório é verdadeira síntese da música de Elvis e da alma musical americana.

ELVIS ALOHA FROM HAWAII VIA SATELLITE

1973. Álbum-duplo gravado no Havaí. Também é apontado por muitos ouvintes como o melhor disco ao vivo de Elvis. O show foi transmitido via satélite para muitos países. Tem Burning Love, Something, Steamroller Blues, My Way e What Now My Love, além de clássicos do repertório inicial de Elvis.

Silvio Osias

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Leia também

Você tem quantos amigos de verdade, fora esses do mundo ilusório das redes sociais?

Silvio Osias

Bolsonaro comete crimes de responsabilidade, mente e nada acontece. Quando o Brasil da democracia vai calar Bolsonaro?

Silvio Osias

Caetano entrevistando Haddad faz pensar no presidente que o Brasil deixou de ter

Cadastre-se na nossa newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *