Crianças a partir de 3 anos podem tomar vacina contra o coronavirus a partir desta quarta-feira – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro – prefeitura.rio

Vacinação infantil contra a Covid-19 – Beth Santos/Prefeitura do Rio

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) dá início nesta quarta-feira (20/07) à vacinação contra Covid-19 de crianças de 3 anos de idade. Elas já podem receber a primeira dose do imunizante. Será utilizada a CoronaVac, com esquema de duas doses e intervalo de 28 dias entre elas, conforme aprovação da Anvisa. A vacina é comprovadamente segura e eficaz, além de importante para prevenir complicações da doença.

Pessoas com 35 anos ou mais e trabalhadores de saúde com 18 anos ou mais, que tomaram o 1º reforço há pelo menos 4 meses, devem tomar um 2º reforço.

Veja outras recomendações

Todas as pessoas com 12 anos ou mais que tomaram a 2ª dose há pelo menos 4 meses podem tomar uma dose de reforço.

As unidades seguem aplicando a 1ª dose da vacina em todas as pessoas com 5 anos ou mais, e a 2ª dose, considerando o fabricante e intervalo a partir da 1ª aplicação.

Se a sua 1ª dose da vacina contra a Covid-19 foi Janssen:

– Quem tem de 18 a 34 anos deve tomar duas doses de reforço (total = 3 doses)

– Quem tem 35 anos ou mais deve tomar três doses de reforço (total = 4 doses)

– O intervalo entre as doses é de dois meses entre a dose inicial e o 1º reforço e 4 meses entre os reforços seguintes

Observações:

Crianças com deficiência ou comorbidades (sem imunossupressão) de 3 e 4 anos já podem se vacinar contra a covid-19. Não é necessário seguirem o calendário.

Crianças entre 3 e 11 anos de idade devem aguardar 15 dias entre a vacina contra a Covid-19 e outras vacinas regulares do calendário de vacinação infantil.

Pessoas imunocomprometidas com 12 anos ou mais devem tomar uma 3ª dose (dose adicional) 8 semanas após a 2ª dose, sendo o intervalo de 8 semanas (mínimo de 4 semanas), e, em seguida, uma dose de reforço com intervalo de 4 meses após a dose adicional (D1, D2, D3 + R1). É necessário apresentar comprovação.

Gestantes ou puérperas devem tomar a Pfizer para dose de reforço. Caso este imunizante não esteja disponível, poderá ser utilizada a vacina CoronaVac.

Devem procurar os postos para testagem pessoas com sintomas como febre, calafrio, tosse, coriza, dor de garganta, dor de cabeça e alterações no olfato e/ou paladar.

Encontre a unidade mais próxima: prefeitura.rio/ondeseratendido.

Para mais informações, acesse: coronavirus.rio/vacina.

Compartilhe

Categoria:

Marcações: Coronavírus Covid-19 pandemia Prefeitura do Rio prefeitura do Rio de janeiro saúde vacinação

Notícias

SMTR vai convocar taxistas para acelerar processos de transferência de permissão

19 de julho de 2022

Procon Carioca nos Bairros leva atendimento ao Grajaú

19 de julho de 2022

Geo-Rio finaliza obra de contenção na Fazenda Modelo

19 de julho de 2022

Com Teresa Cristina, Arquivo Geral da Cidade promove segunda apresentação do encontro Saraus Cariocas

19 de julho de 2022

Túnel José Alencar será fechado, no sentido Santa Cruz, para manutenção

19 de julho de 2022

< Voltar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *