Prefeitura do Rio entrega mais 366 cartões Prato Feito Carioca – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro – prefeitura.rio

Até o final de julho serão entregues cinco mil cartões Prato Feito Carioca – Fabio Motta/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, entregou mais 366 cartões magnéticos do programa Prato Feito Carioca para trabalhadores informais, nesta terça-feira (19/7), na quadra da Unidos de Vila Isabel. Desde o início do programa, já foram distribuídos 1.687 cartões em Madureira, na Pavuna e em Ramos. Até o fim de julho, um total de cinco mil cartões chegarão às mãos de trabalhadores de toda a cidade.

– Na prática, pegamos os trabalhadores informais em situação de vulnerabilidade, que estão no Cadastro Único, e garantimos para eles um direito básico de todo trabalhador formal, que é o tíquete refeição, para que possamos enfrentar essa loucura que é gente passando fome. É um problema que o Brasil tinha superado, há uns anos atrás, mas que infelizmente o país voltou a ter. Esse programa está dentro de um pacote de segurança alimentar, que tem os restaurantes populares, as cozinhas comunitárias e o cartão Prato Feito Carioca – afirmou o prefeito Eduardo Paes.

O cartão magnético integra o programa global Prato Feito Carioca, política pública inovadora no país. A Prefeitura do Rio também iniciou a implantação das Cozinhas Comunitárias Cariocas. Onze delas começaram a funcionar entre junho e a primeira quinzena deste mês, e já distribuíram  40.400 refeições.

Nesta quarta-feira (20/7), serão entregues outros 398 cartões Prato Feito Carioca na quadra da Unidos do Jacarezinho. E, na sexta-feira (22/7), mais 684 em Jacarepaguá, num total de 1.448 cartões só nesta semana.

–  Até o fim de julho, vamos atender a cinco mil trabalhadores informais, todos acompanhados pelos nossos CRAS da cidade. A ideia do Prato Feito Carioca é fazer a entrega do cartão para quem não tem carteira assinada e precisa se alimentar. Afinal de contas, esse é o grande programa de segurança alimentar do município –  disse a secretária de Assistência Social, Maria Domingas Pucu.

Os beneficiários do cartão Prato Feito são trabalhadores informais inscritos no CadÚnico (cadastro de programas sociais federais), com renda mensal per capita entre R$ 105,01 e R$ 210,00.

O Cartão Prato Feito Carioca assegura ao beneficiário uma refeição por dia em qualquer bar ou restaurante conveniado, mesmo longe de sua casa. A ideia é que o cidadão se alimente próximo ao seu local de trabalho, sem encargos para o usuário. O custo de cada refeição é subsidiado pela Prefeitura. Pode tanto comer no estabelecimento, como levar a quentinha para onde quiser.

A alimentação oferecida tanto na Cozinha Comunitária Carioca quanto no Cartão Prato Feito Carioca é balanceada, de acordo com orientações da equipe de nutricionistas da SMAS. A equipe técnica orienta e supervisiona constantemente a qualidade das refeições servidas.

As inscrições para o cartão magnético Prato Feito Carioca foram realizadas pelo site da Prefeitura. A seleção dos beneficiários foi feita por ordem de inscrição, e a lista foi publicada no Diário Oficial.

Umas das primeiras pessoas a receber o cartão Prato Feito Carioca, na quadra da Vila Isabel, Elisabete Pereira Nunes, de 52 anos, elogiou a iniciativa da Prefeitura. Moradora da Ladeira dos Tabajaras, em Copacabana, ela conta que agora não vai ter mais que se preocupar em conseguir dinheiro para o almoço antes de iniciar as vendas de salada de frutas e picolé pelas ruas do bairro da Zona Sul.

– Eu agradeço porque nessa pandemia as vendas caíram bastante e ficou difícil manter as contas em dia. Minha filha está grávida e também se cadastrou no programa. Esse cartão vai representar muito porque estamos na correria e ter uma refeição todo dia vai me deixar mais disposta para vender meus produtos.

 

Elisabete Pereira foi uma das pessoas que receberam o cartão Prato Feito Carioca – Fabio Motta/Prefeitura do Rio

Compartilhe

Categoria:

Marcações: Assistência social cartão prato feito carioca prefeito Eduardo Paes Prefeitura do Rio trabalhador informal

Notícias

Ligação entre São Conrado e Barra será interditada para serviços de manutenção em elevado e dois túneis

19 de julho de 2022

Secretaria de Meio Ambiente demole construções irregulares na Lagoa da Tijuca

19 de julho de 2022

Guardas municipais apreendem dois adolescentes por furto de celulares no Leblon

19 de julho de 2022

CGM-Rio lança novo painel interativo no portal Contas Rio

19 de julho de 2022

Prefeitura faz demolição de prédio de três andares, no valor de R$ 3 milhões, na Muzema

19 de julho de 2022

< Voltar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *