SES Sergipe amplia número de cirurgias oncológicas – Imprensa 24h – GAZETA DE SERGIPE

A medida está sendo possível graças a otimização do Centro Cirúrgico da unidade hospitalar. A perspectiva é de aumento de 30% no número de procedimentos cirúrgicos realizados Segunda-Feira, 18 de Abril de 2022

O governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES), amplia o número de cirurgias oncológicas no Hospital de Urgência de Sergipe Governador João Alves Filho (Huse). A medida está sendo possível graças a otimização do Centro Cirúrgico da unidade hospitalar. A perspectiva é de aumento de 30% no número de procedimentos cirúrgicos realizados.

“A otimização do centro cirúrgico possibilita uma terceira sala às segundas e sextas-feiras. Hoje temos ao total oito salas cirúrgicas no Huse, três delas agora estão destinadas a cirurgias oncológicas e, com isso, seguimos ampliando o número de cirurgias semanais e, consequentemente, mensais. A nossa meta é a redução das filas de espera”, compartilha a superintendente do Huse, Adriana Menezes.

imagem17-07-2022-20-07-32imagem17-07-2022-20-07-33

De acordo com a coordenadora do Centro de Oncologia do Huse, Meire Jane Souza de Oliveira Feitoza, a oferta dos Serviços na Unidade de Alta complexidade em Oncologia (UNACON/HUSE) começará a acontecer a partir do dia 22 de abril. “Daremos início aos serviços nesta data devido à contratação de mais profissionais e ao aumento no número de salas cirúrgicas disponíveis, essas exclusivas para realização de procedimentos oncológicos”, reforça.

A coordenadora da oncologia do Huse salientou que a unidade de saúde está em um momento crucial para redução das filas cirúrgicas oncológicas. “Considerando que os serviços de saúde devem ser estruturados para atender as necessidades dos usuários, nosso intuito é que o tratamento do paciente oncológico seja otimizado e realizado em tempo hábil, incluindo o procedimento de reconstrução pela cirurgia plástica”, afirma Meire Jane.

Referência Técnica da Cirurgia Oncológica, Carlos Kleber Silva Alves, explica que a reestruturação da cirurgia oncológica no Huse inclui a ampliação de 50% no quadro de profissionais. “Com um maior quantitativo de médicos, vamos conseguir dar uma acelerada nas filas para tratamento. Acreditamos que em dois meses tenhamos uma lista de espera aceitável, acho que esse é um importante avanço. Hoje temos seis cirurgiões oncológicos, operando em salas de centro cirúrgico dispostas em três dias da semana, porém, diariamente são realizadas outras cirurgias oncológicas, como as de neoplasias de cabeça e pescoço. Com a nova realidade, vamos dar seguimento a procedimentos de reconstrução, por exemplo, as cirurgias plásticas de pacientes com tumores de mama”, afirma.

As cirurgias mais comuns na unidade de saúde estadual são para os cânceres ginecológicos, ovário, útero, mama, gástricos, esofágicos, melanoma (pele) e cólon. Além disso, a Unidade de Alta Complexidade em Oncologia do Huse (UNACON) é uma referência para as cirurgias oncológicas mais complexas do SUS, tais como as citorreduções extensas, exenterações pélvicas, pancreatectomias, hepatectomias, etc.

Para Carlos Kleber, a população não pode descuidar em relação à prevenção. “Nós reforçamos para que todos e todas estejam atentos aos cânceres que podem ser detectados precocemente, tais como câncer de colo uterino, de cólon de mama, pois, existem exames disponíveis no sistema único de saúde. Esses são tipos cânceres mais acessíveis a um diagnóstico precoce e rastreamento. No Huse há o atendimento a todos esses cânceres, exames iniciais para quantificação e classificação e, posteriormente, o tratamento cirúrgico, quimioterápico ou radioterápico”, reforça o referência-técnica da Cirurgia Oncológica do Huse.

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter

Relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *