Força-tarefa pretende acelerar leilões de veículos apreendidos na Paraíba – ZERO83


Compartilhe

O Ministério Público (MP), o Tribunal de Justiça (TJ), a Polícia Civil e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) firmaram ontem um acordo de cooperação técnica com o objetivo de acelerar a destinação adequada aos veículos apreendidos no Estado que estejam com impedimento judicial.

O acordo pretende instituir o programa “Leilão Integrado”, destinado a racionalizar os procedimentos de apreensão, depósito e alienação de veículos.

Carros e motocicletas que se encontrem apreendidos nas unidades após o cumprimento do que dispõem o artigo 328 do Código de Trânsito Brasileiro e o artigo 4º da Resolução nº 623/2016 do Conselho Nacional de Trânsito, sem a manifestação de interesse de seus proprietários, serão levados a leilão pelo Detran-PB.

Veja também  Romero volta a ser cogitado para disputar Governo, mas não deve dar ‘tiro no escuro’

Conforme a legislação, os leilões podem acontecer após 60 dias da apreensão.

A ‘força-tarefa’ entre as instituições quer diminuir o quantitativo de veículos apreendidos em pátios do Detran e em depósitos judiciais. Ocupando por meses os pátios, carros e motos se transformam em um problema de saúde pública.

João Paulo Medeiros

Jornalista, curioso do Direito, sertanejo e aspirante da ideia de estar a serviço de um mundo mais justo e menos desigual.

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Leia também

Pleno Poder

Veneziano vai amanhã ao encontro de Lula, em Brasília

Ex-presidente vai se reunir com aliados e presidente do Senado, Rodrigo Pacheco

Pleno Poder

Contas reprovadas no TCE: ex-governador e mais 427 estão em lista enviada à Justiça Eleitoral

Confira a lista completa dos gestores e ex-gestores com pendências junto ao TCE

Pleno Poder

Pedro afasta possibilidade de desistência e evita posição sobre ‘Lula x Bolsonaro’

Pré-candidato quer criar Delegacia da Saúde e rediscutir orçamento da ALPB

Cadastre-se na nossa newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *