Prefeitura promove debate de jovens sobre sustentabilidade nas cidades no Laboratório de Mediação Sociopolítica – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro – prefeitura.rio

Alunos do Lab.JUV-Rio tiveram a oportunidade de conversar e fazer perguntas para o prefeito do Rio – Beth Santos/Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, participou, neste sábado (9/7), de uma aula da segunda edição do Laboratório de Inovação para Mediação Sociopolítica da Juventude (Lab.JUV-Rio). No auditório da Universidade Veiga de Almeida, no Maracanã, ele conversou e respondeu perguntas dos cerca de 200 alunos selecionados para participar da ação da Secretaria Especial da Juventude Carioca (JUVRio).  No evento, com a presença do secretário Salvino Oliveira, foi debatido o 11º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU): Cidades e Comunidades Sustentáveis. À tarde, a universidade será palco da 3ª Conferência Carioca de Juventude.

O Lab.JUV-Rio é um projeto que busca democratizar o acesso dos jovens aos espaços de debate público e trazê-los para a discussão sobre a cidade que todos desejam. Os cariocas de 15 a 29 anos participam de espaços de escuta ativa, virtuais e presenciais para a construção conjunta de ideias que gerem impacto social.

 

– Nosso esforço permanente hoje é criar uma massa crítica, espaços de debates, discussão e diálogo com a sociedade. É politizar as pessoas e isso não significa partidarizar, não quer dizer, necessariamente, a disputa eleitoral. Politizar é ter um ambiente em que você permite que a relação com o poder público se dê de forma mais intensa e madura. Quanto mais os governos debaterem, melhor serão as suas decisões. E a Secretaria da Juventude é o espaço adequado para isso – afirmou Eduardo Paes.

 

O Lab.JUV-Rio faz parte do programa Geração Transformadora, lançado em agosto de 2021, com o objetivo de ser um espaço de engajamento das juventudes, com metodologias e estratégias de mediação sociopolítica para que os jovens possam pensar questões globais e locais, a partir de suas realidades. Os encontros são realizados de forma híbrida (presencial e online), e os selecionados são de todas as regiões da cidade.

 

– Com o Lab.JUV-Rio, nossos jovens, de diferentes origens e realidades, podem debater a cidade. Por exemplo, como enxergam a cultura na cidade a partir de um equipamento cultural; como enxergam o esporte a partir de uma Vila Olímpica. E que todas essas aulas possam fornecer insumos suficientes na construção do Plano Municipal de Juventude, em que diversas vozes e realidades podem ajudar a construir uma cidade cada vez mais justa e menos desigual – disse Salvino Oliveira.

 

Em encontro realizado no início de julho, na aula inaugural da segunda edição do projeto, o secretário da Juventude conversou com os participantes sobre “Desigualdade e Teoria Geracional dos Direitos Humanos”. Até a sua conclusão, o projeto seguirá debatendo e promovendo políticas públicas que fomentem o novo Plano Municipal de Juventude, discutindo a Agenda 2030 da ONU e os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

A primeira edição do projeto, em março deste ano, selecionou 80 jovens para participarem de 25 encontros semanais. Para custear a permanência dos alunos no projeto é oferecida bolsa-auxílio no valor de R$ 450. Para garantir a vaga é preciso que os jovens garantam mínimo de 75% de frequência e entreguem todas as atividades propostas. O Lab.JUV-Rio é executado em parceria com o Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (Cieds). A duração total do programa é de 60h e a meta é que 900 jovens participem do Lab.JUV-Rio até 2024.

Compartilhe

Categoria:

Marcações: Cidades e Comunidades Sustentáveis debate Juventude Lab.JUV-Rio Laboratório de Inovação para Mediação Sociopolítica da Juventude Prefeitura do Rio Sustentabilidade nas cidades

Notícias

Comlurb monta planejamento operacional para a Meia Maratona Asics Golden Run

9 de julho de 2022

Campanha de adesão à coleta seletiva da Comlurb esteve no Méier neste sábado

9 de julho de 2022

Prefeituras do Rio e de Maricá selam acordo para levar o aplicativo Taxi.Rio aos moradores da cidade da Região Metropolitana

8 de julho de 2022

Motociclista invade a pista do BRT e provoca acidente com articulado

8 de julho de 2022

Rioluz substitui cabos de cobre por alumínio na Linha Vermelha para coibir atos de vandalismo

8 de julho de 2022

< Voltar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *