Com a chegada do 5G, antenas parabólicas passarão a não receber sinal de TV Aberta – ZERO83


Compartilhe

Com a implementação da nova tecnologia do sinal de 5G, que começou a operar nesta quarta-feira (6) em Brasília, o sinal de TV aberta em antenas parabólicas nos locais onde a nova tecnologia for implantada vai passar a não operar mais em um período de 18 meses, de acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). 

Quem possui a TV aberta via parabólica terá de trocar o aparelho para continuar recebendo o sinal televisivo, que também pode começar a sofrer interferência conforme a instalação do 5G nos locais.

Para as famílias que fazem parte do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo, o ”CadÚnico”, a mudança de aparelho pode ser feita de maneira gratuita, para continuar a recebendo o sinal televisivo.

Veja também  Ministério da Justiça abre processo para investigar atuação de TikTok em proteção de usuários contra conteúdos nocivos

João Pessoa, capital paraibana, será uma das quatro outras cidades brasileiras que neste primeiro momento passarão a receber o sinal. São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre também estão incluídas nessa primeira fase. 

O choque entre sinal de parabólica e 5G acontece por conta da frequência em que ambos operam, que é a faixa de 3,5 gigahertz, que foi leiloada em novembro de 2021 para as operadoras de telefonia móvel.

*Com informações do g1

imagem06-07-2022-20-07-27

Jornal da Paraíba

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Leia também

imagem06-07-2022-20-07-28

Tecnologia

João Pessoa está entre as primeiras capitais que vão receber sinal 5G

Sinal vai começar a funcionar no Brasil na quarta-feira (6), em Brasília.

imagem06-07-2022-20-07-28

Tecnologia

Ministério da Justiça abre processo para investigar atuação de TikTok em proteção de usuários contra conteúdos nocivos

A Secretaria Nacional do Consumidor vai apurar se a plataforma está cumprindo trechos do Código de Defesa do Consumidor, no que diz respeito à vulnerabilidade do usuário.

imagem06-07-2022-20-07-28

Tecnologia

TikTok remove 20 milhões de contas por suspeita de serem menores de 13 anos

A plataforma não permite que menores de 13 anos possam consumir o conteúdo compartilhado. A remoção aconteceu entre Janeiro e Fevereiro deste ano.

Cadastre-se na nossa newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *