Mulher morre após ser agredida com escavadeira manual por companheiro em Nova Iguaçu – Correio de Alagoas: Notícias e Esportes

Uma mulher foi morta após ser espancada com uma escavadeira manual em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Valquíria Celina Ferreira Santos, de 33 anos, morreu na noite de quarta-feira (29) no Hospital da Posse, no mesmo município. O crime aconteceu na quinta (23) da semana passada. Ela foi encontrada no chão da casa onde morava…

Uma mulher foi morta após ser espancada com uma escavadeira manual em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Valquíria Celina Ferreira Santos, de 33 anos, morreu na noite de quarta-feira (29) no Hospital da Posse, no mesmo município.

Reprodução / Arquivo Pessoal

Valquíria Celina Ferreira Santos, de 33 anos, morreu na noite de quarta-feira (29) no Hospital da Posse

O crime aconteceu na quinta (23) da semana passada. Ela foi encontrada no chão da casa onde morava por um dos filhos e levada para o hospital e ficou internada por quatro dias.

Segundo parentes, as agressões ocorreram por ciúmes de Júlio César Perrone, de 32 anos. A polícia afirma que ele está desaparecido e, de acordo com familiares, levou os cartões da vítima.

Mulher foi morta após ser espancada com uma escavadeira manual em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense — Foto: Reprodução

Mulher foi morta após ser espancada com uma escavadeira manual em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense — Foto: Reprodução

Ainda segundo a família, os dois não tinham filhos e mantinham um relacionamento há oito meses.

O caso foi registrado na 56ªDP (Comendador Soares). O delegado titular da unidade, Vinícius Miranda, pediu a prisão de Júlio por feminicídio.

Valquíria morreu após ser agredida com uma escavadeira manual em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense — Foto: Reprodução

Valquíria morreu após ser agredida com uma escavadeira manual em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense — Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *