Prefeitura do Rio inaugura Cozinha Comunitária Carioca em Bangu, a décima primeira da cidade – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro – prefeitura.rio

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), inaugurou nesta quarta-feira (30/06) a 11ª Cozinha Comunitária Carioca do programa Prato Feito Carioca. A instalação foi montada na Vila Aliança, em Bangu, na Zona Oeste. Maria Íris Máximo Silva, de 54 anos, que está desempregada há quatro anos e se mantém fazendo bicos de faxineira e passadeira de roupa, contou, emocionada, que as refeições serão um socorro:

 

– Estou passando por uma fase muito complicada. A sensação que tenho é que estou em um buraco. Estou desempregada, sem alimentação dentro de casa e com aluguel atrasado na iminência de ser despejada. A refeição não vai me ajudar, ela vai me socorrer. Um prato de comida é uma grande paz.

 

Essa Cozinha Comunitária Carioca fica dentro do clube GRBC Boêmios da Vila Aliança e servirá 5.600 refeições no mês. O público das Cozinhas Comunitárias Cariocas é selecionado pelos 47 CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) da SMAS, e o acompanhamento é feito por assistentes sociais e nutricionistas. Para receber gratuitamente as refeições da Cozinha Comunitária Carioca as famílias precisam ter renda mensal per capita de R$ 105.

 

– Esse programa surgiu para enfrentar o mais grave problema brasileiro e o mais grave problema carioca que é a fome. Nós da Secretaria Municipal de Assistência Social não podíamos deixar de enxergar esse tão grave problema. Essa cozinha é especial, conta com a supervisão de nutricionistas – afirmou a subsecretária de Proteção Social Básica, Leila Marino.

 

As cozinhas nas comunidades são qualificadas, equipadas e integradas ao Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Cada equipamento recebe suporte operacional e técnico da Prefeitura para oferecer refeições nutritivas e balanceadas, seguindo o que determina a comunidade científica para o pleno desenvolvimento saudável.

 

– O cardápio, além de estar saboroso, está equilibrado, temos frango em cubos, purê de inhame, arroz, feijão. De sobremesa, tangerina. São alimentos que contêm fonte de ferro e vitamina C, que é essencial para combater a anemia – completou a nutricionista da Coordenadoria de Segurança Alimentar da Secretaria Municipal de Assistência Social, Márcia Mattos Magalhães.

 

Embora prevista pelo Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN), criado em 2006, as cozinhas comunitárias nunca foram implementadas de forma sistemática como programa de governo em nenhuma cidade brasileira. Têm a vantagem de oferecer alimentação na própria comunidade onde vivem famílias vulneráveis. E integram, na cidade do Rio, um programa global que também inclui o Cartão Prato Feito Carioca.

A entrega do cartão magnético Prato Feito Carioca, a partir desta sexta-feira (01/07), garantirá uma refeição por dia para trabalhadores informais inscritos no CadÚnico ( Cadastro único dos programas sociais federais), com renda mensal per capita entre R$ 105,01 e R$ 210. O cartão não terá encargos para o usuário. O custo de cada refeição será subsidiado pela Prefeitura. Assim, quem trabalha longe de casa poderá também ter acesso a refeições gratuitas.

Compartilhe

Categoria:

Marcações: alimentação Assistência social Cozinha Comunitária Carioca prato feito carioca Prefeitura do Rio prefeitura do Rio de janeiro saúde

Notícias

Show de samba de terreiro abre ciclo de concertos gratuitos no Arquivo da Cidade

30 de junho de 2022

Comlurb recebe prêmio ICMS Ecológico 2022 na área de erradicação de lixões no Rio

30 de junho de 2022

Avenida Brasil terá novas interdições para obras do BRT Transbrasil

30 de junho de 2022

Secretaria de Esportes realiza 4ª edição do Intervilas para alunos PCDs das Vilas Olímpicas

30 de junho de 2022

Guarda Municipal apreende cerca de mil pipas, linhas e carretilhas em festival irregular de pipas no Recreio dos Bandeirantes

30 de junho de 2022

< Voltar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *