Rioluz investe em novas medidas para minimizar furtos de cabos e luminárias – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro – prefeitura.rio

No Túnel Velho estão sendo instaladas caixas gradeadas para proteger as luminárias de LED – Prefeitura do Rio

A onda de furtos de cabos na cidade paralisa diversos serviços públicos, como, por exemplo, a iluminação. A Parceria Público-Privada (PPP) da Prefeitura do Rio, gerenciada pela Rioluz em consórcio com a empresa Smartluz, estima um prejuízo mensal de R$ 250 mil com os furtos de cabos e luminárias da cidade. Em paralelo às ações de segurança pública, a Rioluz tem investido em uma série de medidas para dificultar e coibir esses atos de vandalismo que tem ocasionado eventuais apagamentos e instabilidades na rede, acarretando transtornos ao cidadão.

Uma delas está sendo implementada no túnel Alaor Prata, mais conhecido como túnel Velho, na Zona Sul da cidade. Estão sendo instaladas caixas gradeadas para proteger as luminárias de LED contra furtos. Ao todo, serão 182 luminárias que ficarão protegidas, a fim de dificultar as ações de criminosos nesta via, que só no mês de maio, foi alvo de três ocorrências de furtos de refletores.

Esses gradis foram testados no final de maio na região do Buraco do Padre, no Engenho Novo, na Zona Norte, que era cenário de constantes furtos. Foram instaladas 12 caixas gradeadas nas luminárias para impedir o roubo das lâmpadas e, desde então, não houve mais registros de furtos desse material por lá.

Mas, no dia 19/06, no Túnel Noel Rosa, também na Zona Norte, bandidos conseguiram destruir uma parte da eletrocalha que foi blindada para evitar justamente o roubo de cabos. Eles levaram da rede elétrica cerca de 250 metros de cabos e 35 metros de dutos por onde passam os fios. Um prejuízo de R$ 65 mil aos cofres públicos e a paralisação temporária do serviço em uma importante via da cidade.

Somente no mês de maio foram registradas 302 ocorrências envolvendo furto de cabos e caixas de passagem da iluminação pública, o que equivale a uma média de 10 por dia. Os bairros com maiores incidências desse delito  foram a região do Maracanã, seguida de Campo Grande, Santa Cruz, Colégio e Irajá. Para se ter uma ideia do problema, somente na região do Maracanã, nos últimos 45 dias, ocorreram vários furtos de cabos, levando a subconcessionária a enviar 33 vezes as equipes ao mesmo local para efetuar a regularização do sistema.

– Esta situação está prejudicando demasiadamente o nosso serviço. Na região do Maracanã tivemos um furto a cada 48 horas. Sabemos que muitos desses delitos são praticados por usuários de drogas. Estamos criando soluções paliativas para dificultar a ação dos criminosos – comentou Paulo Cézar dos Santos, presidente da Rioluz.

Além das caixas blindadas, a PPP investiu nas eletrocalhas anti-furtos para blindar toda a rede elétrica do túnel Noel Rosa, região que sofre muito com essa prática criminosa. E também foram concretadas as caixas de passagem de fios na Linha Vermelha e no Parque dos Patins, na Lagoa. Estes procedimentos estão sendo adotados também na Avenida Brasil e nas praças da cidade.

 

Somente em maio foram registrados 302 furtos de cabos e caixas de iluminação – Prefeitura do Rio

Compartilhe

Categoria:

Marcações: anti-furtos cabos furtos luminárias rioluz

Notícias

Prefeitura lança Distrito de Baixa Emissão no Centro para melhorar a qualidade de vida da população

29 de junho de 2022

Prefeitura conclui obras de recuperação do guarda-corpo da Ciclovia Tim Maia

29 de junho de 2022

Programação cultural tem feirinha, clássico no teatro e inauguração de pintura em homenagem a Drummond

28 de junho de 2022

Alunos da Vila Olímpica da Mangueira faturam nove medalhas em maratona aquática

28 de junho de 2022

Ação conjunta termina com apreensão de motos e prisão de um homem na grande Tijuca

28 de junho de 2022

< Voltar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *