Prefeitura passa a oferecer cirurgias para pacientes com endometriose no Hospital Santa Isabel – ZERO83

Saúde da mulher

Prefeitura passa a oferecer cirurgias para pacientes com endometriose no Hospital Santa Isabel

15/06/2022 | 09:00 | 42

Um serviço pioneiro está sendo implantado pela Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria Municipal de Saúde. A partir de agora, o Hospital Municipal Santa Isabel (HMSI) passa a realizar cirurgias de endometriose profunda, ampliando, assim, os cuidados com a saúde da mulher.

A diretora-geral da unidade hospitalar, a médica Adriana Lobão, ressalta que cirurgia de endometriose profunda é mais um serviço ofertado por meio do Serviço da Mulher do HMSI. “A possibilidade de tratar a endometriose por via endoscópica, por uma equipe multidisciplinar, não existia no SUS. Passa a existir a partir daqui, porque estamos agregando as equipes de ginecologia e cirurgia geral em prol dessas cirurgias. Essas equipes vão fazer essa abordagem multidisciplinar no campo cirúrgico”, destacou.

A primeira fase da cirurgia de uma paciente foi realizada esta semana, procedimento que marca o início de um projeto idealizado pela atual gestão para tratamento de pacientes com endometriose, que, segundo o Ministério da Saúde, afeta cerca de 10% da população feminina brasileira. “Foi um caso concreto complexo, que exigiu diversos especialistas envolvidos no mesmo ato cirúrgico, como ginecologia, cirurgia do aparelho digestivo, urologia e cirurgia torácica”, explicou a médica Carolina Bandeira Domiciano, que coordena o serviço de ginecologia endoscópica do Hospital Santa Isabel e chefiou a equipe cirúrgica.

A equipe foi composta, além da médica Carolina Bandeira (ginecologista), pelos médicos Geraldo Camilo (cirurgião do aparelho digestivo), Rafael Mourato (urologista) e José Moreira (cirurgião torácico).

Carolina Bandeira destacou os diversos benefícios que a cirurgia de endometriose profunda, implantada no HMSI, vai gerar as pacientes da rede municipal de saúde. “O serviço de ginecologia minimamente invasivo, realizado por via endoscópica, traz a paciente vários benefícios, como curto tempo de internação, menor tratamento intraoperatório e retorno das atividades habituais de forma mais precoce”, disse.

A médica Adriana Lobão explicou que a endometriose profunda é uma doença grave, limitante e incapacitante, porque prejudica a fertilidade da mulher, tornando-a incapaz de gestar e provocando muitas dores no período menstrual. “Então, é uma doença bem limitante para a mulher e a rede municipal, através do Hospital Santa Isabel, passou a oferecer cirurgias para pacientes com endometriose profunda”, completa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *