Prefeitura amplia coleta e tratamento de esgoto para cerca de 1 milhão de moradores na Zona Oeste por meio de concessão municipal – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro – prefeitura.rio

A Estação de Tratamento de Esgoto de Bangu – Beth Santos / Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, participou neste domingo (05/06), Dia Mundial do Meio Ambiente, da inauguração da segunda maior estação de tratamento de esgoto da Zona Oeste. Localizada em Bangu, a Estação de Tratamento de Esgoto Engenheiro Rosalvo Rodrigues dos Santos Júnior consolida um aumento significativo do saneamento nos 24 bairros atendidos pela concessão municipal de esgotamento sanitário. Após uma década dos serviços concedidos, completados este ano, os índices subiram de 5% para 56% de cobertura com esgoto tratado na região, atendendo um milhão de moradores de Deodoro a Guaratiba.

 

– Estamos em pleno Século 21, mas essa é uma agenda do Século 19. Em 2012 fizemos a maior concessão de saneamento do Brasil, quando o marco regulatório não estava sequer definido. Uma das lições que fica é de como é possível trabalhar em parceria com o setor privado e fazer as entregas desde que os controles estejam claramente estabelecidos. E uma absoluta prioridade nossa era que esses investimentos fossem para as áreas mais carentes da cidade. E neste caso a Zona Oeste é prioridade, temos que trazer dignidade para as pessoas, respeito – afirmou o prefeito Eduardo Paes.

 

A área de abrangência da concessão municipal é de cerca da metade do território da cidade. Os serviços de esgotamento sanitário foram concedidos em 2012, na região que forma a Área de Planejamento 5 (AP5). A entrega da Estação de Tratamento de Esgoto Eng.º Rosalvo Rodrigues dos Santos Júnior é um marco importante para os dez anos de concessão e já contribui para aumentar os índices na região. O nome da nova estação homenageia um funcionário de carreira da Fundação Rio-Águas, vítima da Covid-19 no ano passado e que dedicou boa parte de sua vida à fiscalização de obras de saneamento na Zona Oeste. Parentes de Rosalvo acompanharam a cerimônia de inauguração da unidade.

A nova Estação de Tratamento de Esgoto tem capacidade para tratar até 500 litros por segundo de esgoto e já atende Bangu, Jabour, parte de Senador Camará e Gericinó. Serão 300 mil pessoas beneficiadas com esgoto tratado. Com a estação, mais de 28 milhões de litros de esgoto por dia deixam de poluir o meio ambiente e de seguir para o Rio Sarapuí, que deságua na Baía de Guanabara. As obras da estação geraram 600 postos de trabalho na Zona Oeste.

 

– A concessão municipal atende 24 bairros, de Deodoro a Guaratiba, e um milhão de moradores já contam com esgoto tratado. Temos índices que saem de 5% para 56% de cobertura. Prezamos pela prestação de um serviço de qualidade, sem aumentar a tarifa. Nestes bairros, a taxa de esgoto é 20% mais barata que o restante da cidade e o índice de tarifa social é de 29% – disse Wanderson Santos, presidente da Fundação Rio-Águas, ente regulador da concessão municipal.

 

Além dos ganhos ambientais e de qualidade de vida, os moradores da região pagam uma taxa de esgoto aproximadamente 20% mais barata, em relação ao restante da cidade, já que o índice que regula o aumento da taxa é diferente do adotado pela Cedae e por outras concessionárias. O percentual de atendimento com tarifa social na AP5 é de 29% da população, número bastante superior ao previsto para outras áreas.

 

– É muito gratificante inaugurar uma estação que vai impactar 300 mil moradores e ajudar na despoluição da Baía de Guanabara. Estamos há 10 anos mudando a vida da Zona Oeste e vamos seguir com esse objetivo de implementar mais saneamento básico a todos – disse o presidente da Zona Oeste Mais Saneamento, Daniel Moura.

 

Cerca de R$ 1 bilhão já investido pela concessionária

A regulação e a fiscalização do contrato de concessão na AP5 são realizadas pela Fundação Rio-Águas, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, e a prestadora dos serviços é a concessionária Zona Oeste Mais Saneamento. Desde 2012, foi investido pela concessionária cerca de R$ 1 bilhão para construir 600 km de novas redes coletoras; ampliar e modernizar a Estação de Tratamento de Esgoto de Deodoro, que é a maior da região com capacidade de tratar 750 litros por segundo, atendendo 500 mil pessoas e construir a nova estação de Bangu e a de Distrito Industrial. O valor também foi investido para recuperar e tornar mais eficientes 21 estações existentes e 79 elevatórias. A concessionária ainda opera mais de cem estações de grupamentos habitacionais, que na medida em que o sistema novo for sendo implantado serão substituídas gradativamente.

 

– A prefeitura, de forma visionária, realizou a concessão de esgoto da metade do território da cidade há dez anos. A ampliação do acesso aos serviços de esgoto sanitário tem mudado a vida de milhares de pessoas na Zona Oeste. Hoje, mais da metade da população da AP5 tem acesso ao esgoto tratado. Os avanços são fruto de um trabalho sério de regulação da Fundação Rio-Águas, que faz parte da Secretaria Municipal de Meio Ambiente – destacou o secretário de Meio Ambiente do Rio, Lucas Padilha.

 

A concessão municipal tem vigência de 30 anos e termina em 2042. Os 24 bairros atendidos pelos serviços são: Bangu, Barra de Guaratiba, Campo Grande, Campo dos Afonsos, Cosmos, Deodoro, Gericinó, Guaratiba, Inhoaíba, Ilha de Guaratiba, Jabour, Jardim Sulacap, Magalhães Bastos, Paciência, Padre Miguel, Pedra de Guaratiba, Realengo, Santa Cruz, Santíssimo, Senador Camará, Senador Vasconcelos, Sepetiba, Vila Militar e Vila Kennedy.

Compartilhe

Categoria:

Marcações: concessão municipal Dia Mundial do Meio Ambiente esgoto Estação de Tratamento de Esgoto Engenheiro Rosalvo Rodrigues dos Santos Júnior ETE Bangu meio ambiente Prefeitura do Rio prefeitura do Rio de janeiro saneamento

Notícias

Prefeitura inicia obra de contenção em condomínio de Paciência e lança Bairro Maravilha em Vila Palmares

5 de junho de 2022

Entorno do Engenhão terá interdições para jogo entre Botafogo e Goiás

5 de junho de 2022

CET-Rio implanta ciclofaixa experimental no Centro em comemoração ao Dia do Meio Ambiente

4 de junho de 2022

Saúde aplica quase 210 mil doses de imunizantes no Dia D de vacinação

4 de junho de 2022

Secretaria de Conservação entrega rota alternativa na ciclovia da Lagoa

4 de junho de 2022

< Voltar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *