Bombeiros ministram curso de primeiros socorros para comunidade do Colégio Estadual Maria Montessori – Imprensa 24h

A comunidade do Colégio Estadual Maria Montessori, localizado no município de Feira Nova, no Médio Sertão sergipano, participou de um curso de noções básicas em primeiros socorros e brigada de incêndio, ministrado pelos sargentos Edivan José dos Santos e Eduardo Costa, ambos do Corpo de Bombeiros do Estado de Sergipe. A iniciativa visa a preparar e orientar alunos, professores e demais servidores da instituição acerca da importância desses procedimentos em casos de emergência.

De acordo com a diretora do colégio Maria Montessori, professora Fídia Lourrane Oliveira, a ideia de oportunizar o curso partiu da necessidade de haver na escola pessoas tecnicamente treinadas para lidar com situações que requerem cuidados imediatos. Ela ainda destacou que a ação teve como base a Lei Lucas (Lei Nº 13.722), que estabelece a obrigatoriedade da “capacitação em noções básicas de primeiros socorros de professores e funcionários de estabelecimentos de ensino públicos e privados de educação básica e de estabelecimentos de recreação infantil”.

“Hoje a gente se sente mais seguro. Se porventura a gente presenciar um desmaio, uma convulsão epiléptica, ou um engasgo, todos os 40 participantes que estiveram no curso saberão lidar com a situação. O cuidado foi não focar num só grupo de pessoas. A ação englobou alunos, professores polivalentes, vigilantes, executores de serviços básicos, além de profissionais que trabalham com a alimentação escolar. Um dia de aprender na prática noções e procedimentos que podem salvar vidas”, disse Fídia Oliveira, salientando a importância de todas as escolas solicitarem esse curso.

O dia de atividades contou ainda com demonstrações práticas de prevenção e combate a incêndios. A manipuladora de alimentos da instituição, Joseane Reis, afirmou estar preparada para encarar qualquer situação que venha a ocorrer nesse sentido, mas ela confidencia: “é preciso ter resistência, foco e força psicológica. Hoje eu sei que eu sou capaz de ir lá e não deixar acontecer uma coisa mais grave. Gostei muito do curso, amei”, declarou a servidora.

Para o aluno Eduardo Geovanny da Silva Sousa, do 3º ano do ensino médio, a ação promovida pela direção foi muito proveitosa. “Gostei bastante, principalmente pela importância de termos acesso a procedimentos que salvam vidas e que podem ser aplicados em qualquer situação de emergência, especialmente em locais como as escolas, que têm grande circulação de pessoas diariamente”, finalizou o jovem.

Assessoria de Comunicação da SEDUC – ASCOM

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter

Relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *