Qual a nota mínima que posso tirar no ENEM?

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é um dos concursos mais aguardados pelos jovens e estudantes. Isto porque, o exame pode garantir uma bosa de estudos na rede particular ou o ingresso na rede pública de ensino. Você sabe quanto é preciso tirar para concorrer aos cursos? Entenda tudo sobre o sistema de notas do Enem lendo o texto a seguir:

Como funcionam as notas do Enem?

Para que os estudantes possam concorrer as bolsas de estudo ofertadas pelo Enem, é necessário que os mesmo participem da versão mais recente do exame. Assim, é possível inscrever a sua nota para um dos programas responsáveis pelas vagas do Enem.

Para quem quer concorrer para as bolsas da rede pública, o programa responsável é o Sistema de Seleção Unificada (SISU). Enquanto isso, o programa que distribui as bolsas parciais e integrais pra as faculdades particulares é o Programa Universidade Para Todos (PROUNI).

Mas vale lembrar que possuir nota para se inscrever nos programas, não será suficiente para garantir o ingressos nas instituições. As bolsas serão definidas pela nota de corte de cada curso.

Por isso, quem quer começar a sua formação através do SISU 2020 precisa superar o ponto de corte, determinado pela pontuação dos candidatos que aplicaram a nota para aquela vaga.

Tanto para o SISU quanto para o PROUNI, não é possível prever com precisão a nota exata necessária para cada curso. Entretanto, existe uma média estabelecida pelas notas mínimas dos anos anteriores.

Então, quem está interessado em se preparar para o Enem, pode estabelecer metas de pontuação visualizando a notas de corte SISU 2020.

Qual a nota mínima necessária?

Como você viu acima, os processos de distribuição de bolsas do Enem, dependem diretamente da cota de corte dos candidatos em questão. Mas você sabia que é necessário possuir nota mínima para se inscrever nos programas mencionados:

Quem realizou a última versão do Exame Nacional do Ensino Médio poderá estar candidatando a sua nota, caso possua pontuação total superior a 450 pontos.

Além disso, os participantes não podem tirar nota zero na redação do exame. Esta etapa é importante para a nota total e é avaliada entre 0 e 1000 pontos.

Quem irá disputar uma vaga para a categoria de cota racial terá ainda que estar de acordo com as declarações de negro, pardo ou indígena. Pode ser exigido a comprovação da declaração posteriormente, assim como para quem se titular de baixa renda na categoria referente.