Saiba quais são os 5 cursos superior mais caros do Brasil

O ensino superior particular do país já é conhecido por ter preços bem elevados, mas você sabia que exitem algumas formações que não cabem no orçamento da maioria dos brasileiros? Esses cursos são considerados os mais caros do país a nível de graduação e você vai saber quais são eles a seguir.

1. Medicina

Em qualquer instituição do país, com certeza, o curso de Medicina estará sempre entre os mais caros. Isso pode ser justificado pela alta remuneração, status social e uso de material durante a formação.

Quem está pensando em ingressar na área, vai pagar em média R$ 4.800 por mês ou pode tentar uma bolsa através do SISFIES 2020mas vale a pena lembrar que as vagas são bem concorridas.

2. Odontologia

Um outro curso bastante conceituado da área de saúde é Odontologia. Os preços exorbitantes dessa graduação podem ser justificados pelo uso de material, afinal, são os mais caros do mercado.

Por isso, o estudante de Odontologia deve estar disposto a pagar entre R$2.000 a R$5.000. Essa mensalidade varia de acordo com a instituição, pois as mais caras são universidade tradicional e que estão no mercado há anos.

3. Enfermagem

Já pensou em se tornou um enfermeiro? A profissão está voltando a ser procurada pelos estudantes e os cursos têm cada vez mais alunos matriculados.

Para o nível de graduação, o valor médio da mensalidade é de R$2.000. Enquanto isso, o nível técnico é um pouco mais barato, estando na média de R$1.782, dependendo da escola técnica.

4. Fisioterapia

Para quem se interessa por Fisioterapia, é interessante já começar a se preparar para as mensalidades. O curso também depende do uso de muitos materiais e apesar desses serem mais baratos que um curso de Medicina, por exemplo, ainda influenciam na mensalidade da graduação.

Se você está pensando em estudar Fisioterapia, o custo médio é de R$ 2.500 por mês. Mas vale a pena mencionar que o curso a distância na área pode cair em menos da metade no valor.

5. Veterinária

Veterinária está entre os cursos mais caros, mas mesmo assim muitos estudantes ainda estão em busca dessa graduação. Essa também é uma formação que depende da compra de muitos materiais, materiais descartáveis e máquinas.

Para se formar em medicina veterinária será necessário desembolsar cerca de R$ 800 a R$ 3.000,00 por mês. Entretanto, a média geral entre as instituições privadas é de R$1.500, podendo estar mais mm conta em instituições de ensino relativamente mais novas.

Bolsas de estudo sem precisar do ENEM: Veja aqui!

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é um dos maiores concursos do país e funciona atualmente como principal requisito para concorrer a bolsas de estudo. As bolsas que oferecem condições exclusivas para o estudante são a opção mais viável para quem quer vantagens na hora de se capacitar, mas será que os estudante que não participaram ou não alcançaram uma pontuação equivalente a concorrência tem outras opções?

Quem quer construir uma carreira e se destacar no mercado de trabalho já deve saber que a formação e capacitação profissional é uma etapa importante.

O problema, para muitos estudantes, são os custos envolvidos no processo. Por isso, muitos estudantes buscam outras oportunidades para dar inicio ao seu curso com condições exclusivas do mercado.

Então é possível conseguir bolsa sem o Enem?

Não podemos negar que o Enem é uma das formas mais utilizadas de ingressar na universidade, pois já conta com programas como o Sisu e o Prouni.

Entretanto, vale a pena enfatizar que você pode começar a sua formação sem ter participado do vestibular em questão. Isso é possível através de iniciativas como o Pronatec 2020.

O Pronatec é um dos maiores programas de incentivo ao ensino técnico do país. As bolsas são distribuídas a partir de uma ligação entre algumas escolas técnicas com os órgãos responsáveis pela proposta.

O ensino técnico tem se tornado cada vez mais popular entre os estudantes, pois proporciona capacitação profissional voltada para o mercado de trabalho e em pouco tempo.

Por isso, as inscrições Pronatec podem estar concorridas! Os candidatos interessados precisam estar atentos a divulgação do edital através da plataforma do programa.

E para quem quer cursar o ensino superior?

Apesar dos cursos técnicos estarem ganhando destaque por suas diversas vantagens, muitas pessoas ainda preferem cursar uma graduação.

Para este objetivo o programa mais indicado é o Educa Mais Brasil, uma proposta de iniciativa privada que funciona através do site oficial do programa.

O Educa Mais Brasil é conhecido por oferecer bolsas de até 70% de desconto para as mais variadas áreas e além disso, por não possuir a participação no Enem como requisito.

Mesmo quem realizou o exame pode se inscrever e utilizar a sua nota para dispensar o vestibular tradicional da instituição de sua escolha, o que pode facilitar muito a vida do bolsista do Educa Mais Brasil.

Curso técnico ou tecnólogo? Descubra qual é a melhor opção

Quem está pensando em começar um curso rápido, que proporcione capacitação para o mercado de trabalho em pouco tempo, provavelmente vai se deparar com duas opções: o técnico e o tecnólogo. Essas duas categorias de curso possuem finalidades bem parecidas, mas o funcionamento delas é bem diferente. Então, se você está em dúvida entre qual nível escolher, conheça um pouco mais sobre os cursos e veja qual é a melhor opção para você:

Pessoa com Dúvidas – Ilustração

Curso Técnico

Vamos começar falando um pouco sobre o curso técnico e o porquê dele valer a pena para algumas pessoas. Bem, essa formação tende a durar um tempo mediano, podendo variar entre alguns meses e até dois anos.

Ou seja, quem quer se capacitar em um tempo consideravelmente rápido, pode arriscar uma formação na área. Mas é importante mencionar que existem cursos mais rápidos com a mesma finalidade.

Uma outra vantagem desse nível de ensino está em suas grandes oportunidades de bolsas e programas de estudo. Existem diversos programas que facilitam o acesso a alguns cursos técnicos, como por exemplo, temos as inscrições MedioTec 2020.

Essas inciativas promovem bolsas de estudo para os estudantes que se inscrevem, ou seja, se você quer cursar esse nível e está de acordo com os requisitos, você tem uma grande chance de estudar sem nenhum custo.

Vale mencionar ainda que o curso técnico promove certificação reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), o que pode ser importante para quem ainda não tem nenhuma experiência acadêmica.

Curso Tecnólogo

Agora vamos introduzir um pouco mais sobre esta outra categoria de estudos: o curso tecnólogo. Este também fica registrado como um curso para quem quer se capacitar em pouco tempo, mas este possui apenas alguns meses de duração.

Geralmente, o tecnólogo visa focar em uma área específica do mercado de trabalho, o que é muito válido para quem ainda não escolheu uma profissão e está estudando as possibilidades disponíveis.

Um outro ponto que vale a pena enfatizar é que essa categoria de formação é muito mais barata do que a maioria dos níveis disponíveis, sendo ideal para quem tem pouco capital para investir na carreira.

Diferente do curso técnico, o tecnólogo não irá dispor de certificado, mas um documento de conclusão de curso. Ou seja, esses cursos são mais interessantes para quem está focado em aprender uma área em pouco tempo.

Agora que você já sabe como os cursos técnicos e tecnólogos funcionam, é possível fazer um comparativo com as suas prioridades como estudante!

Fonte: pronatec2020.pro.br

Qual a nota mínima que posso tirar no ENEM?

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é um dos concursos mais aguardados pelos jovens e estudantes. Isto porque, o exame pode garantir uma bosa de estudos na rede particular ou o ingresso na rede pública de ensino. Você sabe quanto é preciso tirar para concorrer aos cursos? Entenda tudo sobre o sistema de notas do Enem lendo o texto a seguir:

Como funcionam as notas do Enem?

Para que os estudantes possam concorrer as bolsas de estudo ofertadas pelo Enem, é necessário que os mesmo participem da versão mais recente do exame. Assim, é possível inscrever a sua nota para um dos programas responsáveis pelas vagas do Enem.

Para quem quer concorrer para as bolsas da rede pública, o programa responsável é o Sistema de Seleção Unificada (SISU). Enquanto isso, o programa que distribui as bolsas parciais e integrais pra as faculdades particulares é o Programa Universidade Para Todos (PROUNI).

Mas vale lembrar que possuir nota para se inscrever nos programas, não será suficiente para garantir o ingressos nas instituições. As bolsas serão definidas pela nota de corte de cada curso.

Por isso, quem quer começar a sua formação através do SISU 2020 precisa superar o ponto de corte, determinado pela pontuação dos candidatos que aplicaram a nota para aquela vaga.

Tanto para o SISU quanto para o PROUNI, não é possível prever com precisão a nota exata necessária para cada curso. Entretanto, existe uma média estabelecida pelas notas mínimas dos anos anteriores.

Então, quem está interessado em se preparar para o Enem, pode estabelecer metas de pontuação visualizando a notas de corte SISU 2020.

Qual a nota mínima necessária?

Como você viu acima, os processos de distribuição de bolsas do Enem, dependem diretamente da cota de corte dos candidatos em questão. Mas você sabia que é necessário possuir nota mínima para se inscrever nos programas mencionados:

Quem realizou a última versão do Exame Nacional do Ensino Médio poderá estar candidatando a sua nota, caso possua pontuação total superior a 450 pontos.

Além disso, os participantes não podem tirar nota zero na redação do exame. Esta etapa é importante para a nota total e é avaliada entre 0 e 1000 pontos.

Quem irá disputar uma vaga para a categoria de cota racial terá ainda que estar de acordo com as declarações de negro, pardo ou indígena. Pode ser exigido a comprovação da declaração posteriormente, assim como para quem se titular de baixa renda na categoria referente.

O que faz um técnico em edificações?

De uns tempos para cá, muito tem se falado da categoria de ensino técnico. Isto porque existem muitas oportunidades de cursar a formação com valor acessível ou até sem nenhum custo.

O curso de edificações também ganhou destaque no mercado e quem não sabia do que se tratava, logo procurou se informar. Se você ainda não sabe o que faz esse profissional, leia o texto a seguir e entenda:

O que é o curso técnico?

Os cursos técnicos ganharam destaque no mercado e estão sendo cada vez mais procurados pelos estudantes. Isto porque possuem a grande vantagem de ensino específico, em que a formação é voltada diretamente para o mercado de trabalho.

Geralmente, este tipo de curso dura entre alguns meses a até 3 anos. Além disso, traz o grande benefício de um custo bem mais acessível do que um curso de graduação.

Existem várias instituições de ensino especializadas no curso técnico e com grandes oportunidades para você, principalmente as escolas técnicas do Sistema S, como o SENAC e o SENAI.

Por isso, quem está em busca de uma formação para agregar o seu perfil profissional e ainda capaz de trazer vários benefícios, deve considerar um curso técnico.

O que é o curso de edificações?

Mas e o curso de edificações, do que se trata? Bem, esta formação a nível técnico terá um grande foco na atuação do profissional no dia a dia, buscando sempre preparar o estudante para situações reais.

O curso de edificações está diretamente ligado a construções e obras, exigindo de seus estudantes a capacidade de dominar algumas áreas da matemática.

A área atua nos projetos desde a sua elaboração até o planejamento financeiro. Ou seja, é necessário que haja diferentes etapas de aprendizado para este curso.

Além das áreas da matemática, é necessário desenvolver habilidades em desenho e administração, e toda essa capacitação deve ser proporcionada durante o curso de edificações.

O que faz o profissional da área?

Se você está interessado no curso de edificações, pode realizar a sua matrícula através do SENAI 2020 e começar a se especializar na área.

Mas vamos falar um pouco do dia a dia deste profissional. Será de responsabilidade do técnico em edificações elaborar projetos relacionados a arquitetura, podendo atuar em soluções e instalações em prédios.

Além disso, a sua atuação também diz respeito a alguns aspectos de segurança do trabalho, sendo o técnico responsável por dominar as normas técnicas e instalar corretamente equipamentos obrigatórios, como extintor de incêndio, por exemplo.

Como você pôde conferir nas informações acima, o profissional da área é muito importante e deve desenvolver diferentes aptidões para se tornar um técnico de edificações.

Quanto ganha um Mecânico?

As pessoas que se sentem familiarizadas com carros, caminhões e motos, podem se capacitar para trabalhar com os veículos. Tornando-se um mecânico de autos. A profissão é muito bem vista no mercado industrial, isso porquê está ligada a necessidade do público. Todos os proprietários de automóveis precisam contar com a ajuda do profissional, logo seu serviço é de suma importância.

Carreira de mecânico

Existem algumas possibilidades dentro da profissão de mecânico. O indivíduo, tanto homem como mulher, pode escolher atuar no setor de reparos de carros de passeio, motos ou caminhões e veículos de carga.

Logo, a formação é diferente para cada tipo de automóvel. Considerando que todas as características mecânicas de um veículo são individuais, conforme a sua categoria. Quer dizer, um carro possui motor para carro, assim como o caminhão tem freios de caminhão e etc.

Existem alguns cursos que podem capacitar o profissional, tanto para iniciar sua carreira como para se aperfeiçoar. Mas, vale dizer que a prática é que torna um bom mecânico.

Podendo trabalhar em industrias, fábricas, frotas de trasporte ou em oficinas mecânicas. A maioria dos profissionais abrem seu próprio negócio e têm sucesso em sua empresa, seja de pequeno ou médio porte.

Cursos para mecânico

A fim de melhorar sua atuação, os profissionais do meio e os que desejam iniciar sua carreira, buscam por formações na área mecânica. Escolas como SENAI, SENAC e SESC oferecem essas oportunidades.

A maioria dos cursos são pagos, mas alguns programas do Governo Federal como o PRONATEC 2020 SP ajudam na oferta de vagas gratuitas nessas instituições. Não apenas no estado de São Paulo, mas em todo o Brasil.

Trazendo opções de cursos como:

  • Mecânico de automóveis leves;
  • Mecânico de motos;
  • Mecânico de automóveis pesados;
  • Sistema de rodagem, suspensão e freio – aperfeiçoamento;
  • Lubrificação e troca de óleo – aperfeiçoamento;
  • Eletricidade e gerenciamento diesel – aperfeiçoamento.

Ganho mensal de um mecânico

O salário do mecânico vai depender da empresa em que atua e dos serviços que oferece. Caso entregue ao consumidor apenas o básico da mecânica, seu ganho salarial será menor.

Segundo portais como Vagas.com a média de ganho de um mecânico registrado em uma empresa é de:

  • R$.1800 a R$3.000.

Para os autônomos, isto é, aqueles que resolvem iniciar sua própria empresa. Esse rendimento pode ser maior, claro que as despesas também serão. Mas, dependendo da região que atua e das opções de serviços que oferece, os lucros podem ser superior a R$6.000.

Fonte

O Sisutec ainda existe? Como funciona?

Você já deve conhecer alguns programas que estão em vigor para auxiliar os estudantes a começarem um curso de qualidade. Um destes programas é o Sisutec, mas já faz algum tempo que não ouvimos falar dele. Para quem está se perguntando se o Sisutec ainda existe e de que forma podemos utilizá-lo, vale a pena conferir o texto a seguir e ficar por dentro do assunto:

O que é o Sisutec?

O Sisutec é o programa que corresponde ao O Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica. Seu objetivo é faciltar o acesso para cursos técnicos de qualidade.

O programa tem parceria com as melhores escolas técnicas do país e vez por outra, lança um edital para que oes estudantes participem e concorram as bolsas de estudo para cada região.

O programa ainda existe?

Faz um tempinho que a gente não escuta falar no Sisutec, mas se engana quem pensa que a iniciativa não está mais ativa! A justificativa para esta dúvida e o que o programa é uma das vias de acesso para o Pronatec 2020 e por isso muita gente acha que o Sisutec não existe mais.

O Pronatec é o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, responsável pela capacitação profissional de diversos jovens nas mais variadas áreas do mercado de trabalho. Ambos funcionam juntos para melhor o nível de educação do país.

Como funciona?

A proposta dos programas citados é possibilitar que mais e mais jovens e adultos possam conquistar o seu diploma em um curso técnico. Para isto, sãooo divulgadas algumas vagas para estudar em instituições técnicas líderes em ensino como o Senac e o Senai.

Os Pronatec cursos gratuitos 2020 terão influência direta do mercado de trabalho, ou seja, serão ofertadas formações com bastante possibilidade de emprego no mercado. Assim, em pouco tempo você pode estar com o seu certificado nas mãos e com a carteira de trabalho assinada!

Quem pode participar?

Existem alguns requisitos para que você possa participar da seleção do Sisutec. Em primeiro lugar, é necessário que o candidato tenha participado da última versão do Enem e o mesmo não pode ter zerado a redação do exame.

No geral, é preciso que ele atinja 450 pontos no Enem para concorrer as vagas, além de estar de acordo com os requisitos socioeconômicos do programa. Se estiver em situação correspondente, o interessado pode se inscrever após o lançamento do edital no site oficial do Sisutec.

Conheça 7 grandes ONGs que você pode ajudar hoje mesmo

As ONGS são instituições muito importantes que lutam por causas sociais diferentes. Muita gente já participa desta ideia e ajuda alguma instituição ao redor do mundo. Mas para quem ainda não escolheu uma causa e quer dar a sua contribuição para um mundo melhor, vale a pena conhecer a seguir 7 grandes ONGs que você começar a ajudar agora!

1. Agência da ONU para Refugiados (ACNUR)

A situação de conflitos e guerras ao redor do mundo é mais precária do que se imagina. Milhares de pessoas acabam ficando desabrigadas e passam a ser refugiadas de seu país de origem. Pensando nisso a Agência busca soluções a longo prazo para auxiliar os refugiados de situações precárias. A instituição coordena ações, promove abrigo, água e alimento para os refugiados.

2. Centro de Defesa da Criança e do Adolescente Yves de Roussan (Cedeca)

Este centro aponta para uma outra casualidade social muito importante, que é voltada para crianças e a adolescentes vítimas de abuso.  sede da ONG fica na Bahia, mas é importante ressaltar que a mesma tem atuação nacional. A ONG promove não só apoio Às vítimas  familiares, como também desenvolve projetos de mobilização e difusão dos direitos das crianças no país.

3. Associação Beneficente São Martinho

Um outro problema social que enfrentamos atualmente é a quantidade de moradores de rua desamparados. Pensando nisso, ONGs como a a São Martinho oferecem assistência para estas pessoas. A atuação da sede é no Rio de Janeiro, mas você pode ajudar em outras regiões como é o caso do projeto Aurora da rua, que atua na Bahia.

4. Casa da Mulher Catarina

A Casa da Mulher Catarina reside em Florianópolis e tem grande importância na proteção e prevenção dos casos de abuso contra mulheres. A ONG promove palestras e debates em ambientes diferentes para a conscientização da causa. Além disso, também oferta cursos para que mais pessoas se informem quanto a situação do problema social e possa conhecer os direitos das mulheres.

5. Desaparecidos do Brasil

O Brasil ainda possui um número alarmante de crianças desaparecidas todo ano, e quem pensa em abraçar esta causa, pode participar através da ONG. A sede da instituição fica em Santa Catarina, mas atua em todo o Brasil, prevenindo casos, dando suporte psicológico e orientação para famílias, entre outras ações.

6. Arca Brasil

Uma outra forma de ajudar o mundo, é voltar a atenção para a causa dos animais de rua e animais abandonados. por isso, a instituição Arca Brasil defende a causa através de diversos projetos sociais. A ONG possui atuação nacional para salvar e conscientizar quanto a causa dos animais desprotegidos ou mantidos em cativeiro.

7. Associação Vagalume

A Associação Vagalume é voltada para atender crianças que estão fora da escola por alguma razão. A sua atuação é também efetuada em todas as áreas da floresta amazônica brasileira.